Todos aqueles que possuem sentimentos nobres como amor, solidariedade, humildade e principalmente caridade são bem vindos.
Precisando conversar e/ou receber um passe energético (benzer) estou à disposição todos os dias, para jogar cartas (ler a sorte) somente com hora marcada.
Cobro apenas para ler as cartas R$ 70,00, para manutenção de nossa casa. Qualquer outro tipo de consulta não pode ser cobrada pois na verdadeira caridade não se coloca preço, a verdadeira caridade quem paga é Deus.
Endereço: Rua 22 nº 281 Jardim Morada do Sol Indaiatuba - SP
trabalho assistencial toda sexta feira às 20:00
telefone: 19 995829299
email: d12edani@gmail.com
PEÇO POR GENTILEZA QUE NÃO VENHAM ME PROCURAR PARA FAZER AMARRAÇÃO OU MAGIA BAIXA NÃO ACEITO FAZER ISSO POR DINHEIRO NENHUM DO MUNDO
AGORA SE FOR PRA DESMANCHAR AMARRAÇÃO OU MAGIA BAIXA VENHA CONVERSAR COMIGO

Receba as novidades por email

Translate

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Orixas de umbanda e candomble são os mesmos?

Sem duvidas que sim são os mesmos. Gostaríamos de esclarecer que não há uma separação entre orixás de candomblé e orixás de umbanda, o que acontece é que existem vários orixás por cultura, principalmente no candomblé que mantém um culto mais antigo e enraizado, a umbanda busca a simplicidade e unificação das coisas entre elas os orixás.

Na umbanda se trabalha muito mais a essência de todas as coisas do que a historia ou raízes, portanto ensinamos todos os princípios para que possam entender como é possível por exemplo Nanã vir na linha de Oxum ou Oya e Tempo na linha de Iansã.

Quando trabalhamos com elementos e elementais encontramos a junção dos orixás, onde um não atua sem o outro, portanto há a simplificação e a unificação onde trabalhamos com elementos e pontos da natureza, por exemplo Oxum regente das águas doces e Nanã regente da chuva e dos pântanos que são de água doce.

Que fique bem claro que não é porque sou umbandista que meus orixás de cabeça serão exclusivamente de umbanda, pode ocorrer sim, e neste caso o orixá de candomblé será tratado com os fundamentos da umbanda, pois não devemos esquecer que os orixás são vibrações cósmicas do criador sendo assim teremos aquilo que vibrarmos se vibramos amor nos trarão amor, se vibramos raiva nos deixarão aprender e controlá-la, pois Orixá nunca castiga, Orixá ensina!

Como exemplo um filho de Nana fará suas obrigações a ela e a Oxum, pois na umbanda as duas trabalham na mesma vibração. Filhos de Tempo ou Oba farão suas obrigações em conjunto com Iansã, pois a ela corresponde o tempo e o fogo. Um filho de Exu fará obrigações a Ogum, Oxossi ou Omulu.

Na umbanda as lendas servem apenas como referencia para a regência dos orixás, o candomblé acredita que os orixás viveram na Terra muito tempo antes da raça humana e as lendas se passa nessa época, na umbanda um orixá jamais poderia ter vida terrena por ser uma energia pura e ancestral. O que importa realmente não é se eles estiveram ou não na Terra e sim a força e a proteção que eles dão a seus filhos independentemente do culto que professam.

É muito importante compreender que os orixás existem e que trabalham todos juntos e não separado, quando alguém ouvir que é filho de algum orixá de candomblé não quer dizer necessariamente que não possa ser umbandista.

Orixá não tem ciumes, vaidade, ira etc. Orixá é uma emanação divina e como tal não pode apresentar sentimentos humanos. Portanto se sou filho de Obá mais na minha casa não cultua Oba, fazem minhas obrigações a Iansã, Otimo! Tudo que é de coração e com fé o orixá aceita, Obá jamais te castigará por nada, muito menos te abandonará pois Iansã não vai nunca roubar dela sua coroa!

Contudo fica o aviso: se algo em seu intimo diz que está errado pare, questione, procure entender, pode ser seu orixá falando com você que o caminho não é esse.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Piada?

Um Pai-de-Santo, para definir bem a influência dos orixás nas pessoas contou uma estória: Simulemos um fato: Imaginem duas pessoas brigando.

Passando um filho de Ogum, ou ele passa direto e nem olha, ou já vai se meter na briga. Um filho de Xangô para, fica olhando, e já começa a reclamar. Coitado do baixinho! Porque será esta briga? Acho que aquele alto não tem razão. E pior, nem sabe brigar. É um fraco. E fica questionando. Um filho de Oxóssi para, senta no chão e, rindo, fica assistindo e se deleitando com a briga. Uma filha de Iemanjá chamaria os dois, colocaria suas cabeças em seu colo e os acalmaria recomendando paz. Uma filha de Iansã já reclamaria e chamaria a polícia. Alguém perguntou:_ E uma filha de Oxum, que faria?

Ele Respondeu:_ Nada, e nem poderia. Os dois estavam brigando por causa dela...