Todos aqueles que possuem sentimentos nobres como amor, solidariedade, humildade e principalmente caridade são bem vindos.
Precisando conversar e/ou receber um passe energético (benzer) estou à disposição todos os dias, para jogar cartas (ler a sorte) somente com hora marcada.
Cobro apenas para ler as cartas R$ 70,00, para manutenção de nossa casa. Qualquer outro tipo de consulta não pode ser cobrada pois na verdadeira caridade não se coloca preço, a verdadeira caridade quem paga é Deus.
Endereço: Rua 22 nº 281 Jardim Morada do Sol Indaiatuba - SP
trabalho assistencial toda sexta feira às 20:00
telefone: 19 995829299
email: d12edani@gmail.com
PEÇO POR GENTILEZA QUE NÃO VENHAM ME PROCURAR PARA FAZER AMARRAÇÃO OU MAGIA BAIXA NÃO ACEITO FAZER ISSO POR DINHEIRO NENHUM DO MUNDO
AGORA SE FOR PRA DESMANCHAR AMARRAÇÃO OU MAGIA BAIXA VENHA CONVERSAR COMIGO

Receba as novidades por email

Translate

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Orixá Xango



A lição de hoje é Xango

Orixá do elemento fogo, ligado a justiça divina. Suas cores são marrom, vermelho ou vermelho e branco. Este orixa atua de forma incisiva na vida dos filhos e dos seres humanos é ele que dá a direçao para as injustiças do mundo, ele é o responsavel em manter as leis enquanto Ogum é responsavel por aplica las.

Seu elemento na natureza são os raios e os trovoes. Seu campo de maior força e vibração é nas pedreiras. Saudação Kawó Kabiyécilé ou Caô Cabiecilê que significa “Venham ver o Rei Descer Sobre a Terra!”

O significado do seu nome, equivale a SENHOR DO FOGO OCULTO

Ervas principais: Manjericão, folhas de alecrim do campo, folhas de limão, folhas de mangueira, folhas da goiabeira, folhas de uva, folhas de beterraba, babosa, guiné, levante, lírio, violeta, folhas da ameixeira.

Suas armas Oxé, machado de duas laminas, Xerém, espécie de chocalho que traz em suas mãos representando o despertar dos raios e dos trovões.

Os machados de duplo corte, que significa a alma em busca de equilíbrio e é também o símbolo da imparcialidade; A balança que significa a justiça de Oxalá; A estrela de seis pontas, associada com a sabedoria de Sa­lomão e representando o equilíbrio entre o céu e a terra, a água e o fogo, o ho­mem e a mulher, ou seja, representa o equilíbrio universal.

As lendas de Xangô nos falam muito sobre este orixá, popularmente é ligado a justiça porém é muito mais que isso, Xangô além de ser o rei da justiça é um guerreiro, um Pai benevolente para seus filhos, enfim aquele que carrega o machado de dois lados, que nunca erra.

Xangô foi um dos primeiros Deuses Iorubas a chegar no Brasil, portanto é o principal tronco dos candomblés no Brasil. Xangô é o pai da justiça, ele é o rei dos trovões e das pedreiras, é guerreiro.Podemos também dizer que Xangô é entre os deuses masculinos africanos, o mais vaidoso.

Ele rege a força da natureza que nos faz ter vontade, iniciativa, rigidez, trabalho e decisão. Ele é quem nos organiza e nos guia para que possamos por em prática nossos ideais.

Xangô é o espirito forte e nobre das pessoas!

Xangô é o patrono várias profissões tais como: juízes, promotores, advogados, senadores, jornalistas, entre outras.

No sincretismo associou-se o Xangô das Pedreiras a São Jerônimo, aquele que amansa o leão, que tem o poder da escrita e o livro onde escreve na pedra suas leis e seus julgamentos. Protetor dos intelectuais, dos magistrados.

Já na cachoeira o sincretismo foi com São João Batista, por causa do batismo de Jesus, de lavar a cabeça na água doce para se purificar. Com o poder do fogo de Xangô queima, destroi tudo o que é de ruim e ocorre a transmutação trazendo tudo o que é de bom, todo o bem possível, de acordo com o nosso merecimento. Isso é o que pedimos nas fogueiras do mês de junho.

Sincretizado também com São Judas Tadeu, tudo o que é ligado a trabalhos e pedidos de estudos, à cabeça, papéis, entregamos a linha de Xangô.

São Pedro é protetor das Almas que entram no céu assim como a Energia de Xangô.

O seu machado duplo Oxé é o símbolo da imparcialidade. É uma divindade da vida, representado pelo fogo ardente e por essa razão não tem afinidade com a morte.

Características dos Filhos de Xangô:


O Filho de Xangô é na maioria das vezes calmo e ponderado. Procura sempre ver os dois lados da moeda, quando no negativo se deixa levar pelos sentimentos e toma partido daqueles que ama. Dedica-se de corpo e alma a tudo o que se propõe a fazer, mas desilude-se com muita facilidade também. É sonhador, acha sempre que tudo dará certo, deixando-se levar, com muita freqüência, pela ilusão e pelo sonho. Sempre procura apresentar seus propósitos e planos de maneira mais bonita, mais enfeitada, o mais claro possível. Os Filhos de Xangô são capazes, geralmente, de grandes sacrifícios, mas aborrecem-se profundamente se algo que programaram não dá certo. Costumam ficar roendo muito o que lhes acontece, ou o que não se realizou com queriam. Separam, com muita freqüência, a realidade de si, levando seus pensamentos para altas esferas. Por serem muito honestos, magoam-se com muita facilidade pela ingratidão das pessoas, achando que todo o mundo tem obrigação de ser honesto e preciso em suas decisões. Magoam-se profundamente por coisas que não tenha feito ou que tenham dito que ela fez. Guarda mágoas profundas, mas não consegue guardar raiva. Em relação ao lar, não gostam de sair de casa, preferem o aconchego do lar e são excelentes chefes de família, mantendo o lar em perfeita harmonia, não permitindo desavenças entre os familiares, dando possibilidades a todos de se defenderem, sempre que for necessário.

Xango é uma divindade responsavel pelo equilibrio da Terra e seus habitantes, Xango é a energia do fogo interior que arde em cada um de nós quando se esta diante de uma injustiça. Na natureza Xango é a pedreira, enorme, forte e imponente assim como energicamente ele é o fogo que modela que transmuta os seres humanos ao caminho da evolução, enfim este é Xango Nosso Pai

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Piada?

Um Pai-de-Santo, para definir bem a influência dos orixás nas pessoas contou uma estória: Simulemos um fato: Imaginem duas pessoas brigando.

Passando um filho de Ogum, ou ele passa direto e nem olha, ou já vai se meter na briga. Um filho de Xangô para, fica olhando, e já começa a reclamar. Coitado do baixinho! Porque será esta briga? Acho que aquele alto não tem razão. E pior, nem sabe brigar. É um fraco. E fica questionando. Um filho de Oxóssi para, senta no chão e, rindo, fica assistindo e se deleitando com a briga. Uma filha de Iemanjá chamaria os dois, colocaria suas cabeças em seu colo e os acalmaria recomendando paz. Uma filha de Iansã já reclamaria e chamaria a polícia. Alguém perguntou:_ E uma filha de Oxum, que faria?

Ele Respondeu:_ Nada, e nem poderia. Os dois estavam brigando por causa dela...